Propriedade Industrial nas Startups

As startups são bastante faladas, mas você sabe o que define uma empresa como uma startup? Elas são assim chamadas porque possuem um diferencial: o lançamento de produtos e serviços parcial ou totalmente inéditos.

Então, por questões tanto jurídicas quanto de proteção, é importante que as startups invistam em um sistema de propriedade industrial eficiente. Com uma proteção eficiente, as startups podem manter uma vantagem competitiva e se destacar no mercado.

O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) é o órgão governamental responsável por analisar as solicitações de proteção de diversos ativos de propriedade industrial e os registros de contratos de transferência de tecnologia. Então, as empresas podem requerer a proteção de suas patentes, marcas, desenhos industriais e programas de computador.

Com a obtenção de seu registro, as startups terão propriedade e uso exclusivo da marca ou invenção, além de proteger eficientemente sua marca e patentes, aumentando a credibilidade perante o público.

A recomendação é o registro imediato da marca e dos objetos que serão necessários para o desenvolvimento do negócio. Isso irá evitar que a startup perca o seu principal diferencial: a inovação desenvolvida.

Propriedade Intelectual é na Crimark! Registre sua empresa conosco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Ola! Em que podemos lhe ajudar?